Vaticano está enviando padres gays para retiro isolado para serem “curados”

vaticano

Alguns sacerdotes gays, membros da Igreja Católica estão sendo forçados a participarem de um retiro perto dos Alpes Italianos, seria um “período de formação, reflexão pessoal e iluminação” e “redescobrir o caminho certo”. Segundo relatos do jornal Dailymail. o ex-clérigo Mario Bonfante foi convidado para ir ao Mosteiro Venturini em Trento na Itália, após descobrirem que ele é gay, mas ele se recusou.

O padre Gianlugi Pasto negou que o refúgio era especificamente para os padres gays, mas ele admitiu que “todos são bem vindos” e que “nós ajudamos os sacerdotes se tornarem saudáveis”, disse o padre.

padre-gay1

A afirmação vem depois que o Vaticano dispensou padre Krzysztof Charamsa, o padre revelou ser gay às vésperas de um sínodo de bispos que vai discutir questões de família, incluindo como a igreja irá se aproximar dos gays.

 

 

Fonte: Mundoconectado

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here