Uma mulher morre e outra fica ferida durante assalto a residência, em Ariquemes

ASS

Vanúzia de Souza Mamédio, de 37 anos, foi vítima de um latrocínio (roubo seguido de morte) na Rua Tulipa, número 2260, bairro Jardim Primavera, em Ariquemes, no início da noite da terça-feira (20). Já um familiar dela, Joanes de Souza Mamedio, de 41 anos, recebeu um tiro de raspão no ombro direito.

A Polícia Militar conseguiu prender um suspeito de cometer o crime: J.R.O. de 18 anos, recém completados no dia 01 de setembro, além de apreender um menor de 17 anos.

Segundo boletim de ocorrência, cujo Rondoniavip teve acesso, algumas viaturas da PM foram deslocadas para o local, já que o SAMU estava socorrendo duas vítimas feridas por arma de fogo. De acordo com o relato das vítimas, dois rapazes jovens chegaram com armas até a casa e anunciaram o assalto. Eles teriam ordenado que três moradores da casa entrassem no banheiro, mas elas trancaram a porta por dentro.

Os suspeitos insistiram que as vítimas abrissem a porta e que atirariam caso não o fizessem. Como isso não ocorreu, um deles fez o disparo que atravessou a madeira, pegou de raspão no braço de Joanes e atingiu o peito de Vanúzia de Souza Mamédio, que morreu na hora.

Os criminosos fugiram na moto de uma das vítimas, uma Honda Biz de placa NBV-7384 e ainda levaram uma bolsa feminina com vários objetos com um smartphone dentro. Com a chegada rápida da Polícia Militar ao local, diversas buscas foram feitas na região em busca dos bandidos.

Várias ligações no 190 apontaram que dois rapazes tinham abandonado a moto na primeira rua do bairro Apoio Social, local próximo ao crime. A viatura dos soldados Ribeiro, Holanda e Glauber foram até o ponto informado e fizeram contato com várias pessoas, que informaram, que dois rapazes, sendo que um deles mora na última rua do bairro, chegaram na motocicleta, muito alterados, abandonaram o veículo ali e saíram correndo para as últimas ruas.

Com a movimentação, algumas testemunhas apontaram para a casa de J.R.O. que teria corrido para as últimas ruas do bairro. Em contato com os irmãos do acusado, eles disseram que J.R.O. chegou em companhia do menor de 17 anos, pegaram algumas garrafas com água e teriam saído por um córrego que dá acesso ao bairro Nova União I.

Outras viaturas se juntaram às buscas e encontraram a mãe do J.R.O. que informou que o filho estaria na última casa da rua Topázio, do bairro União I. Ao chegar até o local, encontrou o suspeito junto com o menor. Eles negaram a participação no latrocínio, mas as vítimas reconheceram o adolescente de 17 anos como portador da arma de fogo que teria matado Vanúzia.

Os policiais do Grupo de Operações Especiais (GOE), fizeram uma busca com autorização e acompanhamento da mãe de J.R.O., na casa onde eles moram, onde encontraram uma trouxinha com uma substância parecida com cocaína.

A perícia compareceu à cena do crime e fez os trabalhos de praxe. Até o momento, a arma que teria sido utilizada no latrocínio e o celular da vítima não foram encontrados. Diante dos fatos, a dupla foi encaminhada para a delegacia para registro da ocorrência.

DUR

20102015210909_1445389749
Foto: Rinaldo do Balanço Notícias

Fonte: RONDONIAVIP

 

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here