Deslizamento de terra deixa mortos e desaparecidos na Guatemala

Serviços de emergência afirmam que há 30 mortos e 600 desaparecidos.
Chuva forte causou deslizamento e soterrou casas.

guatemala
Criança é carregada no resgate de vítimas de um deslizamento de terra na Guatemala nesta sexta-feira (2) (Foto: AFP PHOTO / Johan ORDONEZ)

Um forte deslizamento de terra soterrou casas na Guatemala. Segundo a agência AFP, o desastre deixou 30 mortos, de acordo com os serviços de emergência que trabalham no local. Mais cedo, os serviços de emergência informaram que mais de 600 pessoas estão desaparecidas. Anteriormente, haviam sido informados 7 mortos, 25 feridos e 200 desaparecidos.

Chuvas fortes causaram o deslizamento de barro e pedras sobre cerca de 125 casas na quinta-feira (1) à noite em Santa Catarina Pinula, a poucos quilômetros da Cidade da Guatemala.

Segundo Alejandro Maldonado, titular da Coordenação Nacional para a Redução de Desastres (Conred), que é filho do presidente Alejandro Maldonado, o número de vítimas pode aumentar nas próximas horas. 

O último balanço da Conred indica que 34 pessoas foram resgatadas com vida e que 43 estão em um abrigo do governo.

Equipes de resgate estão buscando sobreviventes em meio aos escombros. Cerca de 50 pessoas que perderam suas casas foram levadas para abrigos. O desastre é um dos piores na história recente do país centro-americano.

“É muito difícil o trabalho de resgate devido ao terreno acidentado, praticamente é como uma montanha”, disse à AFP Cecilio Chacaj, socorrista dos Bombeiros Municipais Departamentais, momentos antes de resgatar um homem com vida.

Vários familiares informaram que estão recebendo mensagens de texto de pessoas presas sob as casas.

O deslizamento surpreendeu a todos durante a noite nesta zona declarada de alto risco por estar próxima a um morro e a um rio.

aptopix_guatemala_mudslide_moises_castillo_ap
Equipes de resgate fazem busca por sobreviventes após um deslizamento de terra em Cambray, um bairro no subúrbio de Santa Catarina Pinula, a leste da Cidade da Guatemala. Uma colina desabou após fortes chuvas, enterrando várias casas (Foto: Moises Castillo/AP)

As autoridades do país advertiram que a região enfrenta um desastre de “grandes proporções”, segundo a EFE.

“A situação é complexa porque, segundo os mapas do município, havia 68 residências na área, mas a informação que temos é que havia outra quantidade de casas informais nos morros afetadas pelo deslizamento”, explicou o secretário executivo da Coordenadora Nacional para a Redução de Desastres (Conred), Alejandro Maldonado, a uma emissora local.

Segundo Maldonado, mais de 100 casas podem ter sido atingidas. Ele acrescenta que a prioridade é buscar pessoas debaixo dos escombros e evacuar as áreas de risco.

“Somos um belo país, mas também somos muito vulneráveis a este tipo de catástrofe”, disse o presidente Maldonado, ao anunciar que a comunidade internacional já ofereceu ajuda para socorrer as pessoas atingidas.

Moradores deixam área afetada por um deslizamento de terra em Santa Catarina Pinula, na periferia da Cidade da Guatemala. Segundo a imprensa local, seis corpos foram recuperados a partir de lama e cerca de 40 casas foram destruídas (Foto: Josue Decavele/Reuters)
Moradores deixam área afetada por um deslizamento de terra em Santa Catarina Pinula, na periferia da Cidade da Guatemala. Segundo a imprensa local, seis corpos foram recuperados a partir de lama e cerca de 40 casas foram destruídas (Foto: Josue Decavele/Reuters)
Deslizamento provocou mortes e deixou centenas de desaparecidos
Deslizamento provocou mortes e deixou centenas de desaparecidos  

 

 

Fonte: G1

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here