O Antagonista questionou o presidente eleito, Jair Bolsonaro, sobre a escolha de Joaquim Levy para comandar o BNDES, apesar de seu histórico de serviços prestados aos governos de Dilma Rousseff e Sergio Cabral.

“Tanta gente que já apoiou a Dilma, apoiou o Lula, apoiou o Temer… Não é por que apoiou, teve do lado, num cargo, que você vai execrar o cara. Teve cara que passou por lá sem problema nenhum”, disse.

Bolsonaro explicou que “foi uma decisão do Paulo Guedes, que pediu um voto de confiança”.

“A caixa-preta vai ser aberta na primeira semana! Não tenha dúvida disso. Se não abrir a caixa-preta, ele está fora, pô.” O presidente eleito disse ainda que quer a “suspensão de todos os sigilos” do BNDES. “Isso será tratado dessa maneira.”

Ele comentou ainda que não existe nenhum processo contra o Levy, “nada que desabone sua conduta”.

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here