Corpo da vítima sendo periciado pela polícia.

500x281_o_1b2c9351p10rmu4t1qtu1vhe114sa

Os réus Paulo Cezar Pires, vulgo “Pangaré” e Maria Marlene de Souza, vulga “Preta” foram condenados nesta quinta-feira (24), por matarem Silvano Sena da Silva, o crime aconteceu no mês de fevereiro do corrente ano na zona rural de Cacaulândia. Os réus foram condenados pelo Tribunal do Júri, e as penas juntas somam 39 anos de prisão, em regime inicial fechado. O tribunal foi conduzido pelo Juiz de Direito da 1ª Vara Criminal de Ariquemes, Muhammad Hijazi Zaglout. A decisão cabe recurso.

Paulo Cezar e Maria Marlene foram denunciados pelo Ministério Público por serem os autores da morte da vítima que teria denunciado a ré Maria Marlene à polícia por um suposto envolvimento no tráfico de drogas na cidade de Cacaulândia. Segundo apurado nas investigações, Maria encomendou a morte de Silvano e contratou Paulo Cezar para a empreitada criminosa. A vítima foi morta a facadas na noite do dia 14 de fevereiro do corrente ano na linha C-40, zona rural de Cacaulândia.

O réu Paulo Cezar, vulgo Pangaré foi condenado a 19 anos de prisão por ter matado a vítima, já Maria, foi condenada por ter encomendado a morte, ela recebeu a pena de 20 anos de reclusão. A pena dos acusados é de regime fechado.

Fonte:Rondoniavip

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here