Cerca de 15 casos de meningite foram registrados em Rondônia este ano. Cinco pessoas morreram da doença. Os dados constam no Sistema de Informação de Agravo de Notificação da Agevisa (SinanNet). No ano passado, foram confirmados 62 casos e oito mortes. A Secretaria de Saúde ainda alerta para o baixo índice de comparecimento de crianças nas campanhas de vacinação.

Por conta disso, profissionais se reuniram durante esta semana em Porto Velho para debaterem formas rápidas e eficazes em prol do combate da doença no estado. Em 2018, houveram 52 casos confirmados, sendo 11 deles pelo critério laboratorial. Oito mortes foram registradas no período.

Veja dados dos casos de meningite em Rondônia, segundo SinanNet/Agevisa-RO:

  • 2018 – 62 casos confirmados, sendo 11 casos por critério laboratorial e 8 óbitos;
  • 2019 – 15 casos confirmados e 5 óbitos.

Conforme a secretária Municipal de Saúde em Jaru (RO), Tatiane Almeida, por exemplo, a falta de vacinação das crianças têm contribuído às estatísticas dos casos de meningite em Rondônia.

“Essa vacina previne os casos mais severos de meningite. A gente tem percebido que não só no caso dessa vacina em específico, mas outras vacinas tem ficado com a cobertura de meta que o Ministério da Saúde propõe abaixo daquele esperado. Em razão muitas vezes da falta de adesão dos próprios pais, eles ficam sentidos da criança levar uma agulhada. Ou muitas vezes tem que deixar o momento de trabalho pra ir levar o filho até a unidade de saúde e isso tem mostrado empecilho pra que essas crianças fiquem imunizadas, visto a importância da imunização na vida da criança. A gente fica muito preocupada em relação a isso”, disse.

A vacinação contra meningite em Jaru, atingiu em 2016 69%, 2017 81% e 2018 77% da meta estipulada pelo Ministério da Saúde. O município registrou entre 2013 e 2018, 10 casos da doença e um homem faleceu em 2017 com sintomas.

Uma das variáveis mais grave da doença pode levar a morte em 24 horas. A meningite é uma doença infecciosa e os principais sintomas são: febre, dor de cabeça intensa, vômito em jato, rigidez na nuca e manchas avermelhadas na pele.

A transmissão ocorre por meio das vias respiratórias por gotículas e secreções nasais e orais expelidas pela pessoa contagiada.

Entenda a meningite — Foto: Arte/G1/Arquivo
Entenda a meningite — Foto: Arte/G1/Arquivo

Fonte: G1

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here