Escola Estadual Simon Bolívar é a única a receber o serviço, além de ser a primeira instituição com ensino em período integral, outra novidade no município (Foto: Júnior Freitas/G1)
Escola Estadual Simon Bolívar é a única a receber o serviço, além de ser a primeira instituição com ensino em período integral, outra novidade em Guajará-Mirim (Foto: Júnior Freitas/G1)

Em Rondônia, as reservas online de vagas na rede estadual de ensino começam nesta segunda-feira (23). O procedimento poderá ser feito até o dia 27 de janeiro através do site. O objetivo é facilitar o processo de matrículas e evitar filas nas escolas. O serviço é exclusivo para alunos da rede municipal e escolas particulares que estão migrando para a rede estadual. Apesar da facilidade, a reserva da matrícula feita pela internet deve ser confirmada de forma presencial na instituição de ensino.

Em Guajará-Mirim (RO), a 330 quilômetros de Porto Velho, esta é a primeira vez que o método será usado. A expectativa da Coordenadoria Regional de Educação (CRE) é de dar celeridade aos procedimentos burocráticos no período de matrículas e acabar com as filas em busca de vagas nas instituições de ensino.

Por enquanto a única instituição que vai receber a nova forma de matrícula, na cidade, é a Escola Estadual Simon Bolívar, que também será a única a ter o ensino integral, outra novidade no ensino médio do município; a demanda é de aproximadamente 500 estudantes.

Entenda como funciona as reservas de matrículas online
Procurada pelo G1, a coordenadora regional de educação, Léa Moura, explicou como vai funcionar a nova forma de acessibilidade. Segundo ela, a reserva pode ser feita via online de qualquer lugar, mas a confirmação da matrícula é feita exclusivamente na escola em um prazo de até 24h após a reserva.

“Esse método veio para facilitar a situação dos pais para que acabem as filas. Eles poderão fazer a reserva de qualquer lugar, mas é importante ressaltar que a reserva não assegura a vaga, pois a matrícula tem que ser efetivada na escola em um prazo de 24h após a reserva feita via online. É simples, tudo muito rápido, basta levar os documentos necessários e o atendimento será em minutos, sem enfrentamento de filas. Os pais que não conseguiram o acesso online podem ir até a escola que serão atendidos do mesmo jeito, sem problemas”, declarou a coordenadora.

Para confirmar a matrícula solicitada na reserva online, o aluno (se for maior de idade) ou o responsável por ele (no caso de menores) deve levar os seguintes documentos: o comprovante da reserva de vagas feita pelo site, certidão de nascimento ou casamento, RG e CPF, comprovante de residência atualizado, uma foto 3×4, histórico escolar ou declaração de escolaridade, certidão de inscrição em programa social (caso possua), RG do responsável no caso de matrículas de menores de idade.

Ainda de acordo com a CRE, os alunos que já eram da rede estadual não precisarão utilizar esse serviço, pois já tiveram suas matrículas confirmadas. O ano letivo nas 14 escolas estaduais das zonas urbana e rural de Guajará-Mirim inicia no dia 6 de fevereiro.


Fonte: G1

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here