Réplica de 7 m do Cristo Redentor é fixada por casal em pedra de sítio

Estrutura está montada a 23 metros de altura, em Ariquemes (RO).
Idealizadora planeja tornar local como ponto turístico para visitação pública.cristo_4 (1)

Uma réplica do Cristo Redentor foi fixada no alto de uma pedra, às margens da  BR-364 em Ariquemes (RO), na região do Vale do Jamari. A estátua de sete metros de altura fica em uma chácara e pertence ao casal Luciane Berti e Flávio Vilela. Segundo Luciane, que é médica na cidade, do chão até a pedra onde a estátua foi colocada são 23 metros de altura. A estrutura de concreto e ferro pesa cerca de 6 mil quilos.

A estátua foi estrategicamente colocada no alto da pedra para ser vista por todas as pessoas que  trafegam na rodovia federal. “Eu tive a ideia de colocar a estátua na minha chácara quando vi uma réplica pequena em restaurante. Pensei que poderia ficar lindo na minha propriedade”, relata a médica.

A réplica do Cristo Redentor de Ariquemes tem 31 metros a menos que a estátua original, localizada no morro do Corcovado no Rio de Janeiro (RJ). Segundo Luciane, o propósito da estátua seria o mesmo da cidade carioca. “O objetivo é encantar as pessoas, instigar elas a terem um momento de reflexão independente da religião, e claro também embelezar a nossa cidade”, comentou.

Casal diz que pretende abrir local para visitação de turistas (Foto: Luciane Berti/ Arquivo Pessoal)
Casal diz que pretende abrir local para visitação de turistas (Foto: Luciane Berti/ Arquivo Pessoal) Montagem

Para colocar a estátua no alto da pedra, a médica gastou mais de R$ 35 mil. A réplica foi feita por um artista de Ji-paraná (RO) e demorou cinco meses para ficar pronta. No entanto, Luciane conta que a parte mais difícil foi para fixar a estátua que pesa  6 mil quilos. A pedra onde foi montada a a estrutura tem 23 metros de altura.

Casal gastou mais de R$ 35 mil para fazer estátua (Foto: Franciele do Vale/ G1)
Casal gastou mais de R$ 35 mil para fazer estátua (Foto: Franciele do Vale/ G1)

A missão da montagem foi dada ao marido Fabiano Vilela. Em entrevista ao G1, ele conta que não mediu esforços para atender ao pedido da esposa. “Foram dois meses tentando colocar a estátua. Fizemos uma estrada de acesso para o caminhão passar, mas nada dava certo. Uma hora era o caminhão que quebrava, a roda se desprendia e não ia. Até os funcionários da empresa que colocou a estátua estavam desistindo, mas seguimos em frente e conseguimos colocar o Cristo no alto da pedra”, explicou Fabiano.

O casal conta que planejam fazer uma pequena praça no local e, em breve, abrir gratuitamente para visitação pública, tornando a estátua um ponto turístico do município. “É tão bonito e acolhedor olhar pro Cristo, que quero compartilhar essa emoção com todos que queiram vê-lo de perto”, disse Luciane.

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here