Desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira (24), a Polícia Federal cumpre mandados de prisão em Rondônia, em outros quatro estados e no Distrito Federal contra a quadrilha do traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar. Conforme as investigações, mesmo preso na Penitenciária Federal de Porto Velho, o criminoso expandiu sua área de atuação e tem um lucro mensal de R$ 1 milhão com os crimes. 27 condução coercitiva e 86 de busca e apreensão também estão sendo cumpridas. A ação acontece simultaneamente no Rio de Janeiro, Rondônia,  Mato Grosso do Sul, Paraíba, Ceará e Distrito Federal.

Existem equipes da Polícia Federal em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, onde estão os principais redutos de Fernandinho, que são as favelas Beira-Mar, Parque das Missões e Parque Boavista. Um dos focos da ação é um condomínio de luxo em Caxias, onde mora a irmã de Beira-Mar, Alessandra Costa. Ela é apontada pelo Ministério Público Federal como conselheira do traficante e acusada de formação de organização criminosa e de lavagem de dinheiro.

Beira-Mar foi condenado 15 vezes pelos crimes de tráfico de drogas, homicídio, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. As penas, juntas, são de mais de 300 anos de prisão

Fonte: RONDONIAOVIVO

 

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here