A população rondoniense aumentou em 19 mil habitantes, cerca de 1,1%, segundo estimativa divulgada nesta quinta-feira (27) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com isso, o estado passou de 1,77 milhão para 1,79 milhão de habitantes.

Com a nova estimativa populacional, os 10 maiores municípios de Rondônia são:

  1. Porto Velho – 539.354 habitantes
  2. Ji-Paraná – 130.009
  3. Ariquemes – 109.523
  4. Vilhena – 102.211
  5. Cacoal – 85.893
  6. Rolim de Moura – 55.407
  7. Jaru – 51.620
  8. Guajará-Mirim – 46.556
  9. Machadinho d’Oeste 40.867
  10. Buritis – 40.356

 

A estimativa do IBGE também indica que o município que mais cresceu, em relação ao número de habitantes, é Buritis (3,8%). Na sequência, e empatados com 2,6% de crescimento, estão as cidades de Nova Mamoré, Candeias do Jamari e Chupinguaia.

Segundo o IBGE, as populações dos municípios são estimadas por método matemático e são o resultado da distribuição das populações dos estados, projetadas por métodos demográficos, entre seus diversos municípios.

“O método baseia-se na população estadual projetada e na tendência de crescimento dos municípios, delineada pelas populações municipais captadas nos dois últimos Censos Demográficos (2000 e 2010) e ajustadas. As estimativas municipais também incorporam alterações de limites territoriais que tenham ocorrido entre os municípios após 2010”, diz o Instituto.

O IBGE também indicou, nesta quinta-feira, as cidades menos populosas de Rondônia. São elas:

  • Pimenteiras do Oeste – 2.148
  • Primavera de Rondônia – 2.776
  • Castanheiras – 2.987
  • Rio Crespo – 3.804
  • Teixeirópolis – 4.233
  • São Felipe d’Oeste – 5.066
  • Cabixi – 5.188
  • Parecis – 6.198
  • Santa Luzia d’Oeste – 6.216
  • Cacaulândia – 6.269

 

O novo ranking populacional indica que Pimenteiras do Oeste continua sendo a cidade menos populosa. O município está localizado no Cone Sul do estado, na divisa com a Bolívia.

A parte urbana de Pimenteiras fica de frente para o Rio Guaporé, importante atração turística e pesqueira da região.

Por do Sol no Rio Guaporé, em Pimenteiras  do Oeste — Foto: Maciel Albino Wobeto/Arquivo pessoal
Por do Sol no Rio Guaporé, em Pimenteiras do Oeste — Foto: Maciel Albino Wobeto/Arquivo pessoal


Fonte: G1

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here