O ex-assessor e amigo pessoal do presidente Michel Temer José Yunes foi preso pela Polícia Federal na manhã desta quinta-feira (29).

A prisão foi determinada pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luís Roberto Barroso. A ordem de prisão temporária determina que Yunes fique na cadeia por cinco dias.

O advogado de José Yunes, José Luis Oliveira Lima, afirmou, em nota, que a prisão do ex-assessor é “inaceitável”.

— É inaceitável a prisão de um advogado com mais de cinquenta anos de advocacia e vida pública e que sempre que intimado ou mesmo espontaneamente compareceu à todos os atos para colaborar. Essa prisão ilegal é uma violência contra José Yunes e contra a cidadania.

Fonte: R7

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here