Operação Las Chicas da Polícia Federal foi realizada em Rondônia, no Amazonas e Pará (Foto: Polícia Federal/Divulgação)

Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quinta-feira (4) a ‘Operação Las Chicas’ que desarticulou duas organizações criminosas de tráfico internacional de drogas. Segundo a PF, duas mulheres comandavam as organizações e são consideradas foragidas. Elas traziam principalmente cocaína da Bolívia para Rondônia e distribuíam o entorpecente para o Nordeste, Sudeste e Norte do país. Ao todo foram cumpridos 11 mandados de prisão, 13 conduções coercitivas e 18 de busca e apreensão.

“As organizações eram chefiadas por duas fornecedoras que residiam em Guayaramerín (Bolívia), fronteira com Guajará-Mirim, em Rondônia. De Rondônia, o entorpecente era mandado para cidades do Sudeste, Norte e Nordeste. A investigação apurou que basicamente era cocaína que eles traficavam, cerca de 50 quilos mensais eram enviados para as outras regiões”, explica o delegado responsável pela Operação, Mateus Arcas.

De acordo com o delegado, de Guajará-Mirim, cerca de 50 quilos de droga eram movimentados pelas organizações criminosas no território nacional e as investigações para desarticular a quadrilha iniciaram no ano passado. Para distribuir o entorpecente, eles possuíam articuladores, atravessadores e transportadores em Rondônia. A droga era enviada em latarias de veículos, malas entre outros meios.

“Fato importante que a gente apurou, é que quando a droga chegava ao destino final, metade do dinheiro era trazido em espécie, o restante era depositado em contas bancárias nas quais se lavava o dinheiro por meio de ‘laranjas’. Prendemos um colaborador das organizações no porto oficial de Guajará-Mirim com R$ 210 mil em espécie tentando fugir para a Bolívia”, ressalta Arcas.

 

Operação Las Chicas, da Polícia Federal, apreendeu dois carros durante a operação (Foto: Polícia Federal/Divulgação)
Operação Las Chicas, da Polícia Federal, apreendeu dois carros durante a operação (Foto: Polícia Federal/Divulgação)

 

Mandados de Prisão

A Justiça Federal de Guajará-Mirim expediu 54 mandados judicias, sendo 20 de prisão preventiva, 19 de busca e apreensão e 15 conduções coercitivas para Guajará-Mirim, Porto Velho, Vilhena, Cacoal, Novo Horizonte do Oeste, Humaitá (AM) e Castanhal (PA).

“Cumprimos a maioria dos mandados no estado de Rondônia, em diversas cidades, mas principalmente em Porto Velho e Guajará-Mirim. Ao todo foram cumpridos 11 mandados de prisão, 13 conduções coercitivas e 18 de busca e apreensão nas cidades onde ocorreu a operação”, disse Arcas.

A PF diz que as duas mulhres que comandavam as quadrilhas estão foragidas e que um pedido será feito com a Bolívia para que o país coopere.

Foram apreendidos pela PF durante a Operação Las Chicas dois carros, uma motocicleta e uma caixa de munição ponto .40.


Fonte:G1

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here