Papa ganha prêmio Carlos Magno como “voz da consciência” para a Europa

size_810_16_9_franciscoO papa Francisco receberá o Prêmio Carlos Magno 2015 por sua contribuição à unidade da Europa e como voz da consciência em defesa dos valores do continente, anunciou nesta quarta-feira a direção da instituição que concede a premiação, na cidade de Aachen (Alemanha).

“Em tempos como os atuais, em que tantos cidadãos europeus estão necessitados de orientação, Sua Santidade o papa Francisco nos dá uma mensagem de esperança e coragem”, disse a direção através de um comunicado.

Ainda segundo o texto, o papa tornou-se uma “voz da consciência” que lembra aos cidadãos sobre a necessidade de dar prioridade às pessoas e de que a Europa deve manter seu compromisso “com a liberdade, a paz, a justiça, a democracia e a solidariedade”.

O pontífice se tornará assim o 58º agraciado com este prestigiado prêmio, instituído em 1950, e que em 2004 foi recebido pelo papa João Paulo II.

O prêmio reconhece o trabalho de personalidades ou instituições que tenham se destacado pelos méritos em favor do processo de unidade europeu e seu compromisso com a paz.

Integram a direção do prêmio destacados representantes dos setores financeiro, eclesiástico e acadêmico de Aachen, e até agora a cerimônia de entrega ocorria, de acordo com a tradição, no dia da Ascensão de Cristo, em Aachen.

Nesta ocasião, o ato acontecerá em Roma, em uma data ainda a ser determinada, informou a organização.

Entre as personalidades que receberam o prêmio estão o rei Juan Carlos I da Espanha (1982), o ex-presidente da França François Mitterrand e o ex-chanceler da Alemanha Helmut Kohl, ex-aequo (1988), o ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton (2000) e a chanceler da Alemanha Angela Merkel (2008).

Fonte: EFE

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here