Juiz Federal, Herculano Nacif, morre em capotamento na BR 364, em RO

Carro saiu da pista e capotou em uma ribanceira, informou a PRF.
Laudo da Polícia Civil deve apontar causas de capotamento.

juiz_herculano_martins_nacif_-_g

O juiz federal de Rondônia, Herculano Martins Nacif, morreu em um acidente de carro no KM 880, da BR-364, quando estava indo para Rio Branco, no Acre, para participar de um evento. O fato ocorreu por volta de 23h30, do último sábado (7), nas proximidades do distrito de Mutum-Paraná. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o carro do magistrado saiu da pista e capotou em uma ribanceira.

Ele viajava sozinho e já estaria sem sinais vitais quando o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência chegou, informou o policial rodoviário federal, Luiz Carlos. O laudo de perícia da Polícia Civil que vai apontar a razão do carro ter saído da rodovia e capotado.

O corpo de Nacif deu entrada no Instituto Médico Legal (IML) por volta de 08:30 da manhã. Ainda não há informações sobre o horário e o local onde o magistrado será velado, informou o juiz federal, Dimis Braga, que está cuidando do processo funerário. A mulher e a filha de Nacif estavam viajando quando souberam do acidente e estão retornando para  Porto Velho. A previsão é que o corpo seja levado para Minas Gerais (MG), terra natal de Nacif. “Mas se a família permitir, queremos prestar as devidas homenagens a ele na sede da Justiça Federal”, disse Braga.

Servidores e familiares aguardam informações da polícia em frente ao IML (Foto: Ísis Capistrano/ G1)
Servidores e amigos aguardam mais informações em frente ao IML (Foto: Ísis Capistrano/ G1)

Servidores e amigos da família acompanharam a movimentação desde que souberam do acidente. Muitos chegaram ao IML ainda cedo. “Estamos aqui desde a madrugada. Convivi quatro anos com ele e só tenho lembranças boas. Ele era muito justo. Ótimo profissional”, lamentou o servidor Francisco Lopes, enquanto aguardava a liberação do corpo em frente ao IML. 

“Ele era muito justo, um juiz muito humano. Um grande chefe também. Adorava Rondônia. Poderia ter ido embora como vários outros juízes, mas não foi. Ele se identificava com a região”, relatou o ex-assessor de Nacif, Diogo Rodrigues.

Herculano era titular da 5ª Vara Ambiental e agrária da Justiça Federal em Rondônia, onde atuava desde 2001. Ele já havia passado por Belém, Altamira, Marabá, Belo Horizonte e Ji-Paraná. A assessoria da Justiça Federal de Rondônia divulgou uma nota onde informa que o juiz terá homenagens da instituição ainda neste domingo (8).

 

 

Fonte: G1

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here