Jaru: Homem que matou esposa e possivelmente motivou suicídio do filho da vítima, é condenado a 9 anos de prisão

Captura-de-tela-inteira-12112015-0328211Foi levado a júri popular nesta quarta-feira (11), Elizeu dos Santos Pereira, assassino confesso de sua companheira Francisca Gomes de Oliveira, mais conhecida como Dona Branca.

Elizeu foi condenado a nove anos e nove meses de prisão.

O crime foi consumado em dia 15 setembro de 2013, na Rua Getúlio Vargas, Jardim dos Estados. E segundo o assassino o ato foi motivado por ciúmes.

Na época do ocorrido, Elizeu relatou, que na tarde daquele dia, ele e sua companheira mantiveram relação sexual, mas na hora “H” ela teria falado o nome de outro homem, o que lhe deixou muito revoltado, o que fez ele investir contra a vítima, a enforcando até que ela parasse de se debater.

Após constatar que Branca estava morta, ele ainda dormiu aquela noite ao lado do corpo dela, e no outro dia evadiu-se do local.

Passado o flagrante o assassino se apresentou a delegacia de Polícia Civil e após prestar depoimento foi liberado para responder em liberdade, mas acabou evadindo-se da comarca, sendo capturado e preso em abril de 2015.

O caso ocorrido não foi superado por um dos filhos de Dona Branca, o jovem Vinícius Gomes de 20 anos, que em 13 de setembro de 2015 cometeu suicídio, possivelmente por não ter superado a morte de sua mãe. (Relembre aqui)

Após o julgamento familiares demostraram plena insatisfação com o resultado, a irmã de Dona Branca, Leonildo Oliveira, relatou estar extremamente chateada com a branda condenação, uma vez que ela esperava mais rigor da justiça. “Nove anos! Com nossas leis, ele estará nas ruas no máximo em três anos, esta é a punição de um homem que destruiu uma família inteira?”, disse a irmã da vítima.

jaru-jovem-nao-supera-assassinato-da-mae-e-comete-suicidio640x512_80862aicitono_19v47lf5j5sg1eqe73de2u1t1ll

 

 

Fonte: Jaru Online
 

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here