A Vigilância Sanitária do Município autuou na tarde desta segunda feira (23) um homem que estaria realizando ilegalmente terapias alternativas e micro procedimentos cirúrgico. O acusado, João Ribeiro Neves, é do estado de São Paulo e estava no município realizando procedimentos conhecidos como Acupuntura, Craniopunltura e Auriculoterapia, este último consiste em micro cirurgias na orelha que supostamente serve para tratar até 200 sintomas do corpo, através de vasos e canais situados na orelha.

O custo de alguns procedimentos chegava a R$ 400,00. Diversos paciente já haviam realizado e outros estavam agendados.

Segundo o chefe de Vigilância Sanitária Elaidio Pimentel, o acusado realizava os serviços sem licença sanitária, sem alvará de funcionamento e sem diploma, além do mais o local utilizado para os procedimentos de saúde era totalmente inadequado, sendo assim caracterizado o exercício ilegal da profissão.

A Vigilância Sanitária recebeu a denúncia e encontrou João Ribeiro atendendo na residência de um dos pacientes, um senhor de idade, na ocasião o suposto profissional de saúde apresentou aos fiscais apenas alguns certificados de cursos. Diante as constatações João Ribeiro foi convidado a comparecer a Delegacia de Polícia Civil para dar melhores esclarecimentos.

Foram apreendidas cinco laminas de micro cirurgias e diversos certificados que serão investigados. Após o acusado prestar esclarecimentos foi liberado.


Fonte: Jaru Online

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here