Governador de Rondônia defende aumento de impostos em seu Blog

Confucio_moura_1Tudo bem, enviei à Assembleia Legislativa vários projetos de leis propondo adequações de impostos e taxas diversas.  Claro, que tudo mais parece um “pacote da maldade”. Mas, seguindo uma lógica simples, o Estado tem despesas fixas e crescentes a cada ano, vegetativamente,  mesmo que não se aumente um funcionário. E com os altos e baixos das transferências de Brasília para o Estado e para os municípios, não tive dúvidas de fazer o movimento do ajuste dos dois lados. Procurando aumentar as receitas e reduzir as despesas. Este mesmo caminho já foi seguido por São Paulo, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins, Paraná e muitos outros. 

Muito bem, ninguém neste Estado pode dizer que não tenho cortado na carne. Claro que tenho e é o que mais faço a cada dia. Dias atrás a Presidente Dilma me perguntou o que estou fazendo em Rondônia, para manter o Estado respirando?  – respondi que o meu ajuste fiscal é feito a cada dia. Todo dia eu ajusto as despesas para baixo. Agora, vou centrar fogo na economia de energia elétrica. Reduzir aluguéis, rever contratos e despesas gerais. 

E ninguém pode dizer também que não estamos melhorando os serviços essenciais, porque estamos melhorando sim. Não cabe neste singelo artigo os investimentos em custeio, obras e equipamentos na área de saúde. Na educação também, na pavimentação asfáltica de rodovias, nas estradas vicinais e asfaltamento urbano. As contrapartidas em habitações, mais de vinte mil no Estado, água e esgoto em distritos e cidades. 

É preciso segurar o Estado e com a participação de todos. Se o Estado se conduzir bem, o empresariado, o produtor rural e o povo  também irá no mesmo caminho. Espero que neste ano de 2015 Rondônia tenha crescimento positivo, entre 2 a 3%, veja bem isto!  crescimento positivo num cenário depressivo nacional. Eu quero manter os repasses para os municípios, poderes, pagar salário em dia e fornecedores também. Os projetos que encaminhei são indispensáveis para que possamos continuar respirando livremente. E fazendo muito mais por Rondônia. 

 

Fonte: rondoniadinamica.com

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here