Em SP, Haddad tem menos votos que brancos e nulos

size_810_16_9_haddadSão Paulo – O resultado das eleições municipais de São Paulo (SP), que consagrou o empresário João Doria (PSDB) como o novo prefeito da cidade no primeiro turno, surpreendeu com o desempenho de Fernando Haddad (PT), que recebeu menos votos do que a soma dos brancos e nulos.

O petista, que tentava a reeleição, foi votado por 967.190 eleitores da capital paulista. Os brancos e nulos somaram 1.155.850 – 8,37% a mais do que recebeu Haddad. O mesmo aconteceu no Rio de Janeiro (RJ): o candidato Marcelo Freixo (PSOL) – que foi para o segundo turno com Crivella (PRB) – recebeu 18,3% votos a menos do que a soma dos brancos e nulos. 

Quando se leva em conta o número de abstenções no pleito em São Paulo, 3.096.304 eleitores desistiram de votar em prefeito na cidade de – um número superior inclusive ao desempenho de João Doria no primeiro turno.

Em entrevista concedida há pouco, o atual prefeito, que perdeu a disputa, disse que foi “a maior honra” ter governado a cidade de São Paulo e que carrega a “sensação de dever cumprido”.“Tenho certeza de que estamos deixando um legado aqui”, afirmou. 

Ele também afirmou que gostaria de ter ido para o segundo turno com o tucano, pois poderia mostrar o seu plano de governo e mostrar as diferenças entre ambos.

“Mesmo na eventualidade de derrota em um segundo turno, a cidade teria ganho em termos de aprendizado, que esse projeto pudesse ser defendido em igualdade de condições. Mas não tivemos essa oportunidade. O interesse de São Paulo sempre estará à frente de todo e de qualquer interesse”, disse.

Fonte: Exame

 

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here