Em alta ao derrotar o Flamengo, líder do Campeonato Brasileiro e até então invicto no Maracanã, o São Paulo colocará seu elenco à prova contra o Corinthians no próximo sábado, no Morumbi, por conta de um problema comum em 2018.

Todas as vezes que encarou o arquirrival neste ano, o São Paulo teve desfalques importantes.

No sábado, o time já sabe que não poderá contar com o goleiro Sidão, o volante Araruna e o atacante Éverton, todos cumprirão suspensão automática por cartão. Ainda pode perder o volante Jucilei e o atacante Rojas, este recém chegado e que estreou justamente diante do Flamengo, por causa de problemas musculares.

São Paulo superou lesões para vencer no Maracanã
© Fornecido por ESPN São Paulo superou lesões para vencer no Maracanã

A dupla foi substituída durante o confronto contra o time carioca. Jucilei saiu ainda no primeiro tempo, após meia hora de jogo. Rojas saiu no segundo tempo, logo após dar passe para Éverton garantir o 1 a 0 no placar.

Ambos serão avaliados nesta quinta-feira à tarde para saberem se terão condições de jogar.

No primeiro clássico de 2018 contra o Corinthians, o São Paulo teve o desfalque de Cueva, que naquele momento era o principal nome do time, e do zagueiro Arboleda. Vale lembrar que Nenê ainda não tinha estreado e Diego Souza, que veio por R$ 10 milhões do Sport, não empolgava e estava bem distante da melhor forma física.

Depois, nas semifinais do Campeonato Paulista, o São Paulo teve sete desfalques, sendo os principais o atacante Valdívia, que vinha jogando bem até então, o zagueiro Rodrigo Caio (convocado pela seleção), o meia Cueva (Peru), o zagueiro Anderson Martins (com dores musculares) e o volante Hudson (mesmo problema). 

O São Paulo até venceu o primeiro jogo por 1 a 0, no Morumbi, mas foi derrotado pelo mesmo placar na Arena Corinthians, com um tento sofrido no final da partida na única falha defensiva do time em todo o duelo. Assim, a vaga na final do Estadual foi definida nos pênaltis. E a equipe corintiana levou a melhor. Venceu por 5 a 4.

ELENCO FORTE OU NÃO?

De qualquer forma, a quantidade de desfalques será uma chance para o São Paulo colocar à prova a força do elenco. A equipe teve sete baixas durante a pausa do Campeonato Brasileiro para a Copa do Mundo, mas apenas o volante Petros e o meia-atacante Marcos Guilherme tinham o status de titulares.

O primeiro foi vendido para o Al Nasr, da Arábia Saudita, enquanto o contrato de empréstimo do segundo chegou ao fim e ele foi vendido pelo Atlético-PR para o Al Wehda, também da Arábia Saudita.

O problema é que ambos cairiam como uma luva agora. Se Jucilei não puder jogar, é provável que o técnico Diego Aguirre opte por escalar Liziero, como vez no jogo da última quarta-feira.

A posição de Éverton é mais complicada. Tréllez ou Lucas Fernandes podem entrar, mas cada um deles têm características diferentes do titular e também entre si. O primeiro é centroavante. O segundo, meia/ponta.

Há ainda a opção de Shaylon. De qualquer forma, qualquer uma dessas escolhas muda o jeito de jogar.

Para Rojas, o São Paulo usaria antes Marcos Guilherme. Hoje não tem alternativa. 

Na única vez que Diego Aguirre não teve Marcos Guilherme, ele optou por Nenê atuando pelo lado direito do ataque, deixando Diego Souza centralizado e Lucas Fernandes na meia, organizando as jogadas. Mas os jogadores foram orientados a abusarem da movimentação, trocando de lado com frequência.

Isto ocorreu no triunfo por 3 a 0 contra o Vitória, no Morumbi, antes do Brasileiro ser interrompido.

Certeza mesmo apenas no gol. Jean herdará a vaga de Sidão e terá nova chance de provar que tem condições de ser o titular da meta são-paulina. Ele soma seis jogos e sofreu cinco gols sofridos. Perdeu a posição por falhar na derrota por 1 a 0 para o São Caetano, na estreia de Aguirre, no primeiro jogo das quartas de final do Paulista.

O São Paulo tem 26 pontos no Brasileiro e é o segundo colocado, um ponto atrás do Flamengo.


Fonte: ESPN

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here