mw-860

O republicano Donald Trump saudou a confirmação da sua vitória para a presidência dos Estados Unidos pelo Colégio Eleitoral, na segunda-feira, comprometendo-se a trabalhar para “unir o país” e a “ser o presidente de todos os americanos.”

Evocando “uma vitória eleitoral esmagadora histórica”, Donald Trump afirmou que a sua eleição para suceder a Barack Obama foi possível graças a um verdadeiro “movimento de milhões de homens e mulheres em todo o país.”

“Agradeço ao povo americano a sua votação esmagadora para me eleger como seu próximo presidente dos Estados Unidos”, afirmou Donald Trump, em comunicado, após conhecer os resultados da votação.

Donald Trump conseguiu os 270 votos no Colégio Eleitoral, para ser formalmente eleito Presidente dos Estados Unidos da América, noticiaram as agências internacionais.

A maioria dos membros do Colégio Eleitoral dos Estados Unidos decidiu a favor de Donald Trump, confirmando, sem surpresa, a eleição do empresário septuagenário na Casa Branca, de acordo com uma contagem feita pela imprensa norte-americana.

A última ronda da eleição de hoje, completada pelos 55 eleitores do estado da Califórnia, deu os votos à candidata democrata Hillary Clinton.

A 08 de novembro, Clinton conseguiu mais 2,8 milhões de votos do que o adversário republicano, mas foi Donald Trump que garantiu a vitória que interessava: a maioria no Colégio Eleitoral, com 306 “grandes eleitores”, contra os 232 da democrata.

Cumprida a sessão do Colégio Eleitoral, o presidente do Senado e outros responsáveis federais e estaduais devem ter em mãos “os certificados” da votação hoje realizada, até ao próximo dia 28.

A 06 de janeiro, o Congresso reúne-se numa sessão conjunta para contar os votos. Desta vez, o ainda vice-presidente norte-americano, Joe Biden, na qualidade de presidente do Senado, irá presidir a sessão.

Os votos de cada Estado são abertos e registados por ordem alfabética. Biden anuncia então os resultados e declara os nomes dos vencedores.

Donald Trump será empossado a 20 de janeiro numa cerimónia pública junto ao edifício do Capitólio, em Washington.


Fonte: SIC Notícias

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here