A campanha de declaração de rebanhos do primeiro semestre deste ano será realizada de 1º a 31 de maio. A estimativa é que cerca de 14 milhões de cabeças de bovinos e bubalinos sejam declaradas em 2020. Também devem ser informados ovinos, caprinos e suínos.

Segundo o Governo de Rondônia, para garantir que o estado permaneça com área livre de febre aftosa sem vacinação é preciso que o pecuarista fique ainda mais atento e garanta que as informações sobre o rebanho estejam sempre atualizadas junto a Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril (Idaron).

O produtor que não declarar o rebanho pode sofrer sanções como o impedimento de comercializar o animal.

De acordo com dados da Idaron, todos os anos são emitidas em média 700 mil Guia de Transporte Animal (GTAs) e em 2019 foram abatidas cerca de 2,5 milhões de cabeças no estado.



Fonte: G1

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here