Por volta das 22h30min de sexta-feira (02/06), uma mulher ligou para o Hospital Municipal perguntado se o Pronto Socorro possuía um medicamento chamado Dolantina e que iria levar a sua mãe para ser atendida, pois ela sofre de Câncer e precisa do medicamento. Perto das 23h30min da mesma noite, uma mulher morena e forte, cabelos lisos com cerca de 30 anos, chegou ao pronto Socorro dizendo que havia feito recentemente uma cirurgia no abdômen e que estava sentindo fortes dores. Quando ela ficou sozinha com a enfermeira N.N.O. de 35 anos, a mulher sacou um canivete e mandou a vítima ficar quietinha e lhe entregar toda a Dolantina que tinha na enfermaria. Na sequencia a infratora se apossou de 15 ampolas do medicamento que é usado para combater a dor, mas também causa alucinações. A Mulher ao sair disse para a enfermeira se comportar com naturalidade, pois conhece os filhos da enfermeira e seus parentes. Após a infratora se evadir a enfermeira muito assustada contou ao médico plantonista e ao Vigia o que tinha acontecido. Os Policiais Militares: Cortes e Vagner, comandados pelo Cabo Bitencourt foram acionados e perto das 02h40min durante as diligências, localizaram a suspeita L.G.F.B. de 34 anos, que guardava em sua bolsa tiracolo um canivete de cor prata e 07 ampolas de Dolantina. A mulher foi encaminhada a Delegacia de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio em Ariquemes, onde foi registrada a ocorrência nº 630/17, para as devidas providências.


FONTE: ARIQUEMES 190

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here