Adolescentes abusam sexualmente de menina de 14 anos durante festa e postam foto do momento na internet

13Quatro adolescentes de “boas famílias” foram acusados de ter abusado sexualmente de uma menina de 14 anos, que estava bêbada durante uma festa, e em seguida compartilharem as imagens na internet.

A polícia de Pskov, Rússia, disse que a vítima sofreu ferimentos internos e está traumatizada psicologicamente após o ataque.

Os adolescentes foram presos após terem postados as imagens na internet, e são acusados de estuprar a menina usando objetos, além de terem-na forçado a consumir uma bebida à base de vodka antes de realizarem o ataque.

Pavel Astakhov, Comissário de Direitos das Crianças no país, está pedindo punições exemplares para o caso, que gerou indignação pública. Ele prometeu “controlar” pessoalmente a investigação.

Quatro adolescentes de “boas famílias” foram acusados de ter abusado sexualmente de uma menina de 14 anos, que estava bêbada durante uma festa, e em seguida compartilharem as imagens na internet.
A polícia de Pskov, Rússia, disse que a vítima sofreu ferimentos internos e está traumatizada psicologicamente após o ataque.
Os adolescentes foram presos após terem postados as imagens na internet, e são acusados de estuprar a menina usando objetos, além de terem-na forçado a consumir uma bebida à base de vodka antes de realizarem o ataque.
Pavel Astakhov, Comissário de Direitos das Crianças no país, está pedindo punições exemplares para o caso, que gerou indignação pública. Ele prometeu “controlar” pessoalmente a investigação.
Quatro adolescentes embebedaram uma menina de 14 anos em festa, a torturaram sexualmente e postaram imagens na internet. Caso ocorreu em Pskov, Rússia.
Além da imagem mostrada, há outras. Em uma delas a vítima apareceu sem roupa e deitada ao lado de quatro rapazes sorridentes
131

Pavel Astakhov, Comissário de Direitos das Crianças no país
Um dos suspeitos ainda postou uma mensagem em uma rede social dizendo: “Não há nenhuma lei para nós”, provavelmente pelo fato de serem menores de idade.
A vítima relatou: “Eu estava em um estranho estado de espírito e não entendia o que eu estava fazendo”.
Os agressores não podem ser presos, mas devem ser enviados para internatos especiais com regras rígidas e trabalho obrigatório.
“Durante a investigação vou insistir que todos eles sejam enviados a uma instituição desse tipo. Todos são mentalmente saudáveis”, disse Pavel, que completou: “Ela [a vítima] está enfrentando reabilitação psicológica. Eu vou insistir para que todos os serviços necessários cuidem bem dela”.
Todos os quatro suspeitos já foram chamados para interrogatório.
Fonte: Mirror

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here