Acidente com Fokker 100 da TAM completa 20 anos

A aeronave caiu no bairro do Jabaguara, na Zona Sul de São Paulo e a cerca de 2 quilômetros do aeroporto de Guarulhos. Na tragédia, 99 pessoas morreram.

500x281_o_1b0ddrpublboc4e5qg14931bcma

Um dos maiores acidentes aéreos da aviação brasileira, a queda do Fokker 100 da TAM, que matou 99 pessoas, completa 20 anos nesta segunda-feira. O avião caiu no bairro Jabaguara, na Zona Sul de São Paulo logo após decolar do aeroporto de Congonhas com destino ao Rio de Janeiro, às 8h26min do dia 31 de outubro de 1996. Entre as vítimas, 96 eram passageiros e tripulantes e três eram pessoas que passavam pela rua onde a aeronave caiu.

As investigações apontaram que houve uma falha mecânica, seguida por erro humano. A tragédia aconteceu a cerca de dois quilômetros do aeroporto e 24 segundos após a decolagem.

A TAM chegou a ter 50 aeronaves Fokker 100, o que fez dela a dona da segunda maior frota dessa aeronave no mundo, perdendo somente para a American Airlines, com 75 aviões. A estratégia de aposta em voos regionais foi o principal fator responsável pelo crescimento da TAM no Brasil nos anos 90. Com isso, o modelo Fokker 100 foi considerado a melhor escolha de custo-benefício para esse avanço.

O último voo de um Fokker 100 aconteceu em 2015 pela companhia aérea Avianca – o voo simbólico foi uma despedida da última aeronave do modelo que a empresa ainda possuía, encerrando um ciclo de 25 anos de história do Fokker 100 no Brasil.
Fonte: Veja

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here