Os deputados de Rondônia se dividiram durante a votação pelo envio ao Supremo ou não do processo de cassação do presidente Temer nesta quarta-feira na Câmara Federal.

Favoráveis ao relatório da Comissão de Constituição e Justiça contrário à admissibilidade da denúncia contra o presidente por corrupção passiva votaram Marinha Raupp (PMDB), Nilton Capixaba (PTB), Lindoma Garçon (PRB), Lucio Mosquini (PMDB) e Luiz Cláudio (PR). Já Expedito Netto (PSD), Marcos Rogério (DEM) e Mariana Carvalho (PSDB) deram votos contrários e favoráveis que o Supremo continuasse as investigações.

Com base nas delações de executivos do grupo J&F, que controla a JBS, Temer foi denunciado em junho ao Supremo pela Procuradoria-Geral da República por corrupção passiva. O STF só poderá analisar a denúncia, porém, se a Câmara autorizar.

A posição de Expedito, Mariana e Marcos Rogério já era conhecida. Os três já haviam se pronunciado favoráveis às investigações.

Antes da votação Garçon foi à tribuna como líder de seu partido, o PRB anunciar apoio a Temer.

Todos os deputados que votaram com o presidente tem indicações de cargos federais no Estado e tiveram emendas liberadas nos últimos dias.

 


Fonte: Rondôniagora

Comente esta postagem via Facebook
COMPARTILHE

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here