O feriado de ano novo nas rodovias federais de Rondônia apresentou números menos favoráveis se comparado ao mesmo período do ano passado. O acidente ocorrido em Vilhena, no qual 6 pessoas vieram a óbito, impactou os índices de maneira considerável. A concentração de chuvas nos dias de festas também contribuiu para o aumento de acidentes, elevando os números de ocorrências no feriadão.

No período de compreendido entre a última sexta-feira (27) até 23:59 da quarta-feira (01), foram registrados 37 acidentes nas rodovias federais no Estado. No total, 41 pessoas ficaram feridas e 7 pessoas perderam a vida. Além da trágica ocorrência registrada no cone Sul, houve também uma morte no município de Jaru, dia 29, em uma colisão traseira entre uma motocicleta e um caminhão estacionado. A título de comparação, em período similar, no ano de 2018, foram registrados 21 acidentes, nos quais 25 pessoas ficaram feridas e não houve registro de óbitos.

Em consequência desses eventos a Polícia Rodoviária Federal agiu rapidamente, de maneira preventiva, aumentando o número de fiscalizações em veículos de transporte coletivo, ocasião na qual foi possível alertar condutores e passageiros sobre a importância do uso do cinto de segurança. No total, 560 passageiros em mais de 20 ônibus foram fiscalizados e conscientizados sobre essa importante conduta individual.

Com o objetivo de prevenir incidentes nos locais de maior risco, foram realizados comandos para coibir ultrapassagens em locais não permitido, mesmo assim, 89 motoristas foram flagrados cometendo esse tipo de infração que, a depender do caso, pode gerar multa que custa quase R$ 3.000,00. Ainda sobre o registro de condutas indevidas, 28 motoristas foram autuados pela conduta de dirigir sob efeito de álcool; desses 8 foram presos por excederem o limite de álcool no sangue previsto na legislação.

A PRF inicia o ano de 2020 em busca de proporcionar maior segurança nas rodovias federais do país, por meio de fiscalizações intensivas, conscientização em ações de educação para o trânsito e comandos específicos, que abrangem temáticas que vão do uso correto do cinto de segurança até o enfrentamento ao tráfico de entorpecentes e demais crimes fronteiriços. Nesse sentido, cabe o pedido de conscientização por parte dos demais participantes do trânsito, iniciando no pedestre, passando pelos ciclistas, motociclistas e motoristas de veículos pequenos e chegando nos condutores profissionais de caminhão, para que cada um faça sua parte para que atitudes indesejadas sejam menos observadas em Rondônia.



Fonte: PRF

Comente esta postagem via Facebook
COMPARTILHE

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here