Populares já haviam cercado a residência do acusado na tarde desta segunda feira (20), quando a Policia Militar chegou ao local e assumiu a situação, a informação repassada a central de operações do 8º BPM, dava conta de que o proprietário da residência, localizada no distrito de Bom Jesus, haveria estuprado sua filha, uma criança menor de 12 anos.

Dada as informações os policiais adentraram a residência, porém não obtiveram êxito na localização do acusado, no entanto este foi localizado instantes depois, transitando nas ruas do distrito.

No primeiro momento ele negou a autoria do crime, porém em contato com os vizinhos os policias obtiveram a afirmação da procedência da denúncia, bem como a localização da vítima, que estava escondida na residência de um vizinho.

Em contato com a garota ela relatou que sua mãe está viajando e que na noite anterior, seu pai havia chegado em casa embriagado e agressivo, e ordenou que seu irmão e seu primo fossem dormir, momentos antes do acusado chegar em casa, a vítima já havia alertado as outras crianças que ficassem acordadas, pois temia que seu pai lhe violentasse, tendo em vista que ele já havia tentado em outra oportunidade.

Em seguida o acusado ordenou sob graves ameaças que a criança se deitasse com ele, e a obrigou a lhe fazer sexo oral, depois ele retirou sua calcinha e começou molestar suas partes intimas, momento em que a menina reagiu e foi agredida com um cabo de vassoura e tapas, e foi ameaçada, que se caso falasse a alguém, ele cortaria sua língua.

Seu irmão e seu primo ouviram todo o crime e confirmaram o ocorrido.

O acusado acabou confessando ter abusado de sua filha, porem culpou o álcool.

Diante dos fatos o acusado foi conduzido para UNISP de Jaru, onde foi flagranteado pelo crime de estupro a vulnerável e encaminhado para Casa de Detenção Local.


Fonte: Jaru Online

Comente esta postagem via Facebook
COMPARTILHE

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here