Imagens de uma criatura marinha bizarra, encontrada em uma praia no estado do Texas, nos Estados Unidos, circularam nas redes sociais na última semana. As fotos foram tiradas e postadas no Twitter pela americana Preeti Desai, que trabalha para a ONG de conservação da natureza National Audubon Society. Uma possibilidade é que o animal tenha sido levado à praia pelo furacão Harvey, que atingiu a região em 25 de agosto.

A criatura, que tem um corpo cilíndrico do tamanho de um cachorro de médio porte e uma extensa cauda, exibe dentes afiados e olhos bem pequenos, que quase não podem ser identificados pela imagem. Impressionada com o aspecto do animal, Preeti pediu ajuda a biólogos para tentar decifrar o que era aquele bicho. Para a maioria, a criatura é um tipo de enguia, embora seu estado avançado de decomposição não permita dizer com certeza.

Especialista em biologia de peixes, o professor Roberto Goitein, docente do Instituto de Biociências da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Rio Claro, tem uma opinião diferente. Contatado por VEJA, seu palpite é de que o animal pertença à família de peixes Synodontidae, que vive mais próxima do ambiente betônico, ou seja, no fundo do mar – o que não quer dizer que eles necessariamente habitem águas profundas, uma vez que essa região pode incluir águas rasas também. “Nessa família pode haver diversos gêneros, um deles é o Synodus. [O peixe] poderia ser Synodus sp”, opina o especialista.

“Na costa brasileira existem peixes desse gênero também, mas as espécies que ocorrem aqui não são as mesmas existentes na costa americana. Não é um peixe raro, mas como é raramente pescado pode parecer”, afirma. De qualquer forma, para o especialista, é pouco provável que a criatura seja uma enguia.


Fonte: Veja

Comente esta postagem via Facebook
COMPARTILHE

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here