Sicoob gif

Apesar de ter sido escrita há bastante tempo, a carta só foi publicada em um perfil no Facebook “Em memória de HollyButcher”, depois da morte da jovem. No texto ela aconselha que as pessoas não se preocupem tanto e vivam de forma mais leve.

“Perceba como o céu é azul e as árvores são verdes. Pense o quão é sortudo de poder apenas respirar […] Acorde cedo e escute os pássaros cantarem enquanto você observa as cores do nascer do sol”.

A mulher também fala sobre as reclamações do dia-a-dia. “Escuto pessoas reclamando sobre o trabalho e as dificuldades em praticar exercícios. Seja grato à sua capacidade física de trabalhar e se exercitar. São atividades que parecem triviais, até que seu corpo já não te permite fazê-las”, diz um trecho.

Holly escreveu ainda sobre o respeito ao próximo. “Valorize o tempo dos outros. Não os deixe esperando só porque você não consegue ser pontual. Fique pronto o mais rápido possível se você é uma das pessoas prediletas de quem vai encontrar. Aprecie o fato de que os amigos querem compartilhar o tempo deles com você”.

“Eu tenho 27 anos, e não quero ir embora. Amo minha vida e sou feliz, e devo isso às pessoas que amo. Mas o controle está fora das minhas mãos”.

Ao final da carta, Holly faz recomendações. “Escute músicas. Realmente escute, pois músicas são terapêuticas. Converse com seus amigos e deixe o telefone de lado. Viaje se esse é seu desejo, não viaje se você não quiser. Trabalhe para viver, mas não viva para trabalhar. Sinceramente, faça o que te faça feliz. E coma bolo, sem culpa.”


Fonte: dm

Comente esta postagem via Facebook
COMPARTILHE

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here