A primeira atividade de Jair Bolsonaro em Washington, onde o presidente desembarcou neste domingo (17), foi um jantar com conservadores norte-americanos na casa do embaixador brasileiro no país, Sergio Amaral. As presenças de destaque foram a do estrategista Steve Bannon, ex-assessor de Trump, e a do escritor Olavo de Carvalho, tido como mentor intelectual do atual governo.

Após o evento, o porta-voz da Presidência da República, Otávio Santana do Rêgo Barros, disse ao Uol que Bolsonaro tratou de reconhecer que, no que se refere ao comércio, os Estados Unidos são o segundo mercado dos produtos brasileiros. Também abordou outros pontos, como o fortalecimento da democracia no Ocidente “reconhecendo que aspectos relativos ao antigo comunismo não podem mais imperar nesse nosso ambiente que vivenciamos”.

Bannon, por sua vez, se disse “incrivelmente impressionado” com o estafe de Bolsonaro e avaliou o evento como um ótimo ponto de partida para a visita do presidente à capital norte-americana.


Fonte: Notícias ao minuto

Comente esta postagem via Facebook
COMPARTILHE

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here