Corinna Schumacher, mulher de Michael Schumacher, disse aos fãs do ex-piloto de Fórmula 1, nesta quarta-feira (2), que a família está “fazendo o possível para ajudá-lo” e pediu privacidade. O atleta luta para se recuperar de um acidente sofrido em dezembro de 2013, quando esquiava em uma pista em Méribel, no sul da França.

“Por favor, entendam se seguirmos os desejos de Michael e deixarmos um assunto tão sensível quanto a saúde, como sempre, em privacidade. Ao mesmo tempo, agradecemos muito o companheirismo e desejamos a todos um ano de 2019 feliz e saudável”, concluiu, em declaração ao jornal alemão ‘Bild’.

A esposa de Schumacher disse estar feliz por celebrar o 50º aniversário do marido, no dia 3 de janeiro.

O tabloide britânico ‘Daily Mail’ revelou em notícia divulgada em dezembro passado que o campeão mundial de Fórmula 1 não está em coma e mantém seus sinais vitais sem a necessidade de estar conectado a aparelhos. De acordo com a publicação, o alemão evolui gradualmente, mas ainda precisa de atendimento médico diário, a um custo de mais de R$  245 mil por semana.

Atualmente, Schumacher mora em uma mansão na cidade suíça de Gland, que possui uma espécie de hospital para atender às necessidades médicas do piloto.

O acidente completou cinco anos no dia 29 de dezembro.


Fonte: Notícias ao minuto

Comente esta postagem via Facebook
COMPARTILHE

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here